Backstage com Software de Eventos Digitais

A TRANSFORMAÇÃO DOS EVENTOS

Os eventos digitais vieram mudar a forma como as empresas se comportam e interagem com o mundo. A recente pandemia global ao implementar uma espécie de “novo normal”, alterou radicalmente a forma como nos relacionamos, trabalhamos ou consumimos. De facto, nesta nova normalidade, a internet assumiu-se definitivamente como uma ferramenta fundamental e uma espécie de extensão do próprio corpo humano.

Afinal de contas, desde o advento dos dispositivos móveis e da democratização da internet, com as ligações wireless, que passámos a estar conectados quase em permanência à world wide web. Dessa forma com o desenvolvimento de novas aplicações e softwares, o mundo do trabalho pôde migrar totalmente para o digital.

Assim, os eventos digitais assumiram-se como uma alternativa a todos os eventos físicos que tiveram que ser cancelados, adiados ou alterados. As empresas entenderam rapidamente a janela de oportunidades que se abriu aqui e o futuro dos eventos passou a estar no digital.

O QUE SÃO OS EVENTOS DIGITAIS?

Com o novo coronavírus instalou-se no mundo uma nova forma de nos relacionarmos, onde é fundamental manter o distanciamento físico e a limitação de espaços fechados. Surpreendentemente, o que parecia ser um constrangimento fatal para as empresas, trouxe uma forma de inovar.

Desse modo, não é de estranhar o crescimento e importância que os eventos digitais ganharam na estratégia das empresas. Visto que são uma forma mais directa e eficaz de comunicação entre estas e os seus clientes e seguidores. Isto é, o seu potencial é praticamente ilimitado e a criatividade permite garantir as necessidades de ambas as partes.

De facto, rapidamente entraram no nosso léxico termos como o teletrabalho, assim como se tornaram comuns as reuniões online via Zoom ou o Skype. Efectivamente, os eventos digitais permitem retirar das novas tecnologias todas as condições para criar novos ambientes virtuais. Acima de tudo, onde se pode comunicar, de forma eficiente e interactiva.

Recentemente, um estudo de mercado feito pela Bizaboo, veio mostrar como as agências de marketing e afins se adaptaram rapidamente a esta nova realidade. De tal forma que mostrou 93 por cento dos inquiridos a responder que vão investir a curto prazo em eventos digitais. Do mesmo modo, 80 por cento de participantes em eventos digitais garantiram que a experiência superou as suas expectativas.

VANTAGENS E BENEFÍCIOS

Por certo são várias as vantagens dos eventos digitais. Em primeiro lugar, um dos grandes benefícios de um evento desta natureza é o facto de ser totalmente seguro, sobretudo em termos de saúde pública, evitando aglomerados. Os eventos digitais permitem reunir um número ilimitado de pessoas sem necessidade de manter o distanciamento social.

Além disso, um evento digital é muito mais económico do que um evento tradicional, sendo necessária apenas uma plataforma para ser transmitido. Por certo, este será um factor decisivo para os organizadores. Visto que os dispensa de uma série de encargos, como por exemplo o aluguer do espaço e as licenças necessárias para a realização de um evento.

Segundo números oficiais divulgados cerca de 63 por cento das empresas já anunciou a intenção de passar a maioria dos seus eventos para o digital. Estimam-se que 92 por cento dos eventos tradicionais físicos serão substituídos, a curto prazo, por alternativas digitais. E esses são números impressionantes, que comprovam a sua relevância para os dias que correm.

A importância dos eventos digitais é evidente e o seu potencial inimaginável, visto que ainda é uma área em crescimento. Existem casos como o das experiências imersivas que podem vir a redefinir todo o conceito de evento digital. De facto, não há como escapar a esta nova tendência e as empresas que queiram manter-se relevantes no mercado terão que se adaptar a este novo mundo em breve.

ARTIGOS RELACIONADOS